Microconto #279

Olhando pela janela do futuro não conseguia ver do outro lado.
Tudo culpa da condensação de um presente sórdido e frio.

15 comentários:

Lila disse...

Minha bola de cristal quebrou...tb !
Saudade desse canto.

Bjs meus !

Vinícius F. Magalhães disse...

E vivemos a mirar a nebulosa vida.

Ju Fuzetto disse...

E as vezes venta muito...

Bom final de semana. beijinho

Tiago Moralles disse...

Devemos abrir nossas janelas.

Eder Asa disse...

Ao abrir a janela, pode-se cair dessa locomotiva que é a vida, hein...

Talvez Raul esteja certo é "o hoje é apenas um furo no futuro, por onde o passado começa a jorrar".

Gabriela Andrade disse...

Às vezes só olhar pela janela do futuro, causa miopia no próprio presente. Bjs e obg pela visita! (:

Mauro Castro disse...

Textos curtos e contundentes.
Há braços!!

Tiago Moralles disse...

Talvez Eder, talvez.
_

Gabi, brigado você.
_

Microabraços Mauro.

Renata de Aragão Lopes disse...

Expectativas em demasia faz mal.
A falta de sonhos, ainda mais...

Um beijo,
Doce de Lira

Daiana Costa disse...

O futuro tem disso, de ser embaçado.

Rafael disse...

Interessantes os microcontos, Tiago.
Abraço

Thaís Duarte disse...

"e o passado é uma roupa que não serve mais."
brigada pela visita, adorei teu canto.
abraço!

Tiago Moralles disse...

Obrigado pelos carinhos.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Tiago.

Obrigada pela visita que fez ao meu blog.

Adorei o seu espaço com esses microcontos maravilhosos!

Talvez a janela do futuro esteja emperrada por causa do frio. :-)


**********


"Só as crianças e os velhos conhecem
a volúpia de viver dia-a-dia,
hora a hora,
e suas esperas e desejos
nunca se estendem além de cinco minutos..."

Mário Quintana




DESEJO UM BELO FERIADO PARA VOCÊ!!!



♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥





http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Zi. disse...

Maldita cegueira.