O super Super Bowl

.

(Cena do comercial da Victoria Secrets)
.
Glendale (Arizona), todos os olhares voltados para um só lugar. Patriots vs. Giants, com ingressos iniciais a U$ 2,5 mil e os mais altos ultrapassando U$ 15 mil. Mais de 130 milhões de telespectadores e o Super Bowl atrai todos para momentos de grande expectativa. Durante a final, algo em torno de 14 toneladas de hambúrgueres foi consumida e 5 toneladas de batatas fritas, foi mais ou menos assim que os Estados Unidos se prepararam para mais uma final histórica do futebol americano.

Pronto, é chegada à hora tão esperada, uma temporada inteira na espera desse momento; o intervalo comercial. Um dos espaços mais caros da publicidade mundial, aonde uma inserção de 30 segundos chega a custar U$ 3 milhões, isso mesmo, U$ 3 milhões, e você pensava que anunciar no intervalo da novela da Globo era caro? Tudo bem que o Giants teve uma ótima apresentação, mas não é sobre isso que nós vamos falar.

A Fox teve a transmissão da final do 42º campeonato da NFL (National Football League) com os intervalos mais caros do mundo, uma briga de criatividade para quem usará da melhor maneira a verba disponível para mídia. O Youtube tem uma
Home feita especialmente para a apresentação dos vídeos que após irem ao ar foram postados para uma votação dos melhores entre os internautas.

Dei uma olhada por lá e do meu ponto de vista, a Pepsi levou uma ligeira diferença, nada muito surreal e nem de mega exibições, mais por causa de alguma ousadia e simples criatividade, apesar de a Anheuser-Busch com a Bud Ligth ter entrado com 6 comerciais, isso mostra porque muitas vezes “menos é mais”. Agora cabe a você ter sua escolha.

Nenhum comentário: