Apenas o fim

.
.
Existem dois tipos de mulheres no mundo, as que acham o Johnny Deep bonito e as que acham o Chico bonito”.

Construído com diálogos atuais, simpáticos e nerds (tão nerds que seria um daqueles filmes que facilmente meus pais descartariam para o final de semana), Apenas o fim, primeiro longa metragem do jovem cineasta Matheus Souza, retrata um fragmento da vida de Adriana (Érika Mader) e Antônio (Gregório Duviver), destaque para a boa interpretação de Gregório. O casal vive instantes de discussões em torno do fim do relacionamento. Recordações sobre bons momentos intercalam com as cenas externas, montando a história vivida por eles.

Falar sobre o baixo orçamento (R$ 8 mil) e outra questões como: locações, figurinos, empréstimos e elenco, chega a ser um demérito perto da qualidade dos diálogos. O trabalho agrada pela fluidez e pelo revigoramento da qualidade de produção nacional. Particularmente, eu excluiria a cena das filmagens, uma em que aparece o Marcelo Adnet, e a cena depois dos créditos, acho que o filme é muito mais que isso. #excesso.

Outro ponto interessante (e prematuro) que gostaria de comentar: será que depois de reformulações como o Cinema Novo e o Cinema da Retomada, essa poderia ser uma deixa pro Cinema da Geração Y?

Não sei ao certo, mas fiquei satisfeito com o resultado da projeção. Valeram as gargalhadas, o roteiro e as interpretações, e espero veementemente, que isso seja para o novo cinema brasileiro, apenas o começo.

9 comentários:

Gordinha disse...

Esse tá na lista pra assistir desde que vi o Trailler!
Parece que vale a pena!

Bjs!
=D

Tiago F. Moralles disse...

É interessante sim.
Assiste lá e depois me conta o que achou.

disse...

"Eu sou aquela vontade que dá de repente de tomar Fanta Uva..."

Tiago F. Moralles disse...

"Esse não é o He-Man, é o Fantástico."

disse...

"O melhor de morrer de amor é continuar vivo."

Isabella disse...

Quero ver!

Mas acho que sou os dois tipos... Qual escolho?

Tiago F. Moralles disse...

Faz igual a Adriana, escolhe os dois hehe.

Iasnara disse...

muitos filmes brazucas estão mais para Geração KY...
antes de comentar, vou esperar e conferir por aqui.

Tiago F. Moralles disse...

KY é foda hehe.
Depois me fala o achou então heim?