Microconto #97

Pedro e Tina se uniram no casamento, mas até hoje, compõem uma soma da qual os resultados não batem.

11 comentários:

kvaleirus disse...

Opa! Joia? Gosto muito dos seus microcontos! Hoje no caminho para o trabalho, tentei fazer um tb! kkkkk Abraços e parabéns!

"Andou por caminhos tortuosos, repleto de vestígios de animais q ali passaram. Andou cauteloso, para não pisar em nada aromático!"

Tiago F. Moralles disse...

Opa. Fala meu caro. Primeiro, obrigado pela visita.
Segundo, essa é a ideia, só cuidado pra não viciar, isso aqui é loucura hehe.

Microabraço.

Mauro Paz disse...

Casamento? Ainda existe isso?

Iasnara disse...

to pensando no casamento em que os dois se batem. ou se abatem.

Tiago F. Moralles disse...

Mauro e ISA, é mais ou menos por aí, se existir casamento ainda tem que ser assim, ou bata ou abata hehe.

Gabriela Gomes disse...

Oi, Tiago!
Obrigada pela visita lá no blog.

Já comecei me identificando total com sua descrição. Se o que me faz gostar de crônicas é (também) a breviedade, passar a curtir microcontos foi menos de meio passo.

Bom, eu não estudo o gênero, mas dou umas arriscadas.

Gostei daqui.
Um abraço.

Tiago F. Moralles disse...

Obrigado pela visita também.

Cheguei no seu blog procurando referências sobre outros autores de microcontos, aí tinha um texto seu por lá comentando sobre isso.

Coincidências da vida digital.

Priscila disse...

Eu sou muito otimista romanticamente ou vocês muito pessimistas?

Tiago F. Moralles disse...

Um pouquinho de cada pra não pegar mal hehe.

Pedro Hutsch Balboni disse...

Pedro Tina problemas matemáticos desde criança. Tina tinha problemas didáticos como a Pedro da infância. E tudo se agravou, tinindo pedantemente.

Tiago F. Moralles disse...

Pedantemente foi foda hehe.