Microconto #100

Nunca dava tempo de assustar ninguém com os microcontos de terror.

12 comentários:

Felipe A. Carriço disse...

BÚH! #MC

Tiago F. Moralles disse...

Por pouco hehe.

Iasnara disse...

não é o seu caso.

Tiago F. Moralles disse...

O que te faz achar hehe?

Iasnara disse...

o nó na garganta nalgumas leituras.

PALAVRAS&POESIAS disse...

Acho que é porque esses leitores não tinham imaginação. No miniconto a qualidade do leitor é fundamental!
Abraço da Ana Mello.

Gessica Borges disse...

Em compensação encantava todas as menininhas com as pequenas histórias de amor.


Uhul! \o/

Tiago F. Moralles disse...

Bela participação novamente Ana. Isso rende ótimas discussões.
_

Adorei Gé. Principalmente porque a referência para esse microconto foi eu mesmo hehe.

Brincadeira.

Pedro Hutsch Balboni disse...

Microconto 100, parabéns! (Lembro que foi legal publicar a tirinha 100)

Tiago F. Moralles disse...

Valeu Pedrão, eu lembro, conferi na íntegra.

helenanascimento disse...

"Assim que tomou conhecimento, ela percebeu que essa idéia de microcontos era deveras boa. Sentiu uma pontada de inveja por não ter pensado nisso antes. Poderia copiar descaradamente, mas seus escrúpulos idiotas a impediram de cometer tal ato.”

:)

Tiago F. Moralles disse...

Não há roubo, o que há é inspiração alheia ;)

Microbeijo Helena.