Microconto #229

A maquiagem dela dizia muito sobre nossa noite.
Começava bem feita e terminava borrada.

12 comentários:

Vinícius F. Magalhães disse...

Coloco um com o mesmo viés:

Estigma

Seus beijos sujaram o pescoço do amante.


;)

Geraldo de Barros disse...

Gostei muito desse seu espaço, escritos fantásticos ;)

Um abraço,
Geraldo.

Tiago Moralles disse...

Boa Vinícius.
_

Valeu Geraldo, como chegou por aqui?
Microabraços.

Lila disse...

...mais um wiscky? rs
Dia irretocável pra ti.
Bjs

Renata Levy disse...

O meio tempo de nada importou, um começo perfeito com um fim desastroso...

Ti vc me surpreende sempre

Fernando Segredo disse...

É sempre assim.

Moni. disse...

Coisa delícia, que eu acho:
maquiagem borrada!

Beijos, moço!

Estefani disse...

Corpos suados...

Tiago Moralles disse...

Bem, vamos lá, maquiagem borrada, bom ou ruim?

Bruna disse...

maquiagem borrada é terrível, mesmo se a noite foi boa! hahahaha

Claro que é preferível ter uma maquiagem borrada por alguma coisa que aconteceu [que não tenha levado ao choro, claro] do que só por estar chegando em casa com a maquiagem borrada, a toa... [uiuiui]

Ella disse...

Comecei a estudar essa semana sobre tratamento de esgoto, a palavra 'borrada' não me caiu muito bem. Sou fraquita pra essas coisas.


Beijo, Thi

Renata de Aragão Lopes disse...

Cores trocadas...