Microconto #239

No velho sítio, tudo traz o passado;
a cocada tem lembranças,
o armário tem cheiro
e o vô tem saudades.

9 comentários:

Natalya Nunes disse...

Posso me inspirar?

A lareira empoeirada,
o telhado tem cupim,
a escada faz barulho,
não há mais flor no jardim.

--

Adorei, Ti!
:)

Um beijo, SEU LINDO!♥

Tiago Moralles disse...

Todo direito e liberdade.

Talita Prates disse...

lembrei de uma biscoito de polvilho caseiro que uma tia-avó que morava num sítio fazia. hum...!

Rodrigo cunha disse...

Com quem o vô divide a saudade?
Mais uma vez, nossos pensamentos estão em sintonia. Dá uma olhada no meu post de hoje, que é a primeira parte de cinco. Quando chegar à parte final, você vai ver como, incrivelemnte, escrevemos sobre o mesmo sentimento. uhahua Abração! ... E como sempre, parabéns.

A beleza do erro puro do engano da imperfeição disse...

Você não sabe o tamanho da saudade que o vô tá da vó! :(

Tiago Moralles disse...

Comidinhas da infância.

Moni. disse...

Fica um pouco de tudo.
Nunca há o nada.

Renata de Aragão Lopes disse...

Trago o passado em mim...

Pedro Hutsch Balboni disse...

Melancólico..