Microconto #223

Olhava pro céu todas as noites na esperança de ver a mesma lua do casamento. Assim como o amor, o brilho nunca mais foi o mesmo.

14 comentários:

Vinícius F. Magalhães disse...

E como bem disse Camões: "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades..."

Dani Brito disse...

Ta vendo aí.
Casar para quê, minha gente?!
Namorar é tão mais legal.
Convivência desgasta.

Tiago Moralles disse...

Olha Dani, tô contigo,
qualquer coisa me liga hahaha.
_

Bem citado Vini.

Renata Levy disse...

Intimidade é uma merda hahhahahah

Camila de Souza disse...

É que agora está na crescente. O amor só vai crescer.

Pensa assim, vai.

Tiago Moralles disse...

Visões contrárias. Isso é ótimo.

Renata de Aragão Lopes disse...

O brilho reside nos olhos...

Camilla disse...

Às vezes é preciso usar óculos para enxergar melhor o céu. Também é possível pintar um no teto do quarto.
Pra mim o brilho não está na lua, mas sim nos olhos.

Tatiane Lemos disse...

as coisas mudam.....

Bj, volte sempre

Luna disse...

o amor só é bonito quando a gente ainda ama, depois é chato, pegajoso, cheio de dfeitos, e a lua? que lua?

Moni. disse...

Lua, casamento, vida... Fases!

Natalya Nunes disse...

Tii, posso chegar aqui bem atrasada?
rs

Quando se perde o brilho dos olhos, não se tem mais nada.
=/

Triste, muito triste...

Tiago Moralles disse...

Rê, Cá, Tati, Luna, Moni e Naty.
Nossa, até esqueci o que eu ia falar.

Estefani disse...

Pode não ser o mesmo, mas não pode ser um "diferente" bom?
Tudo muda Ti.

Beijo ♥